segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Quando o homem é mais jovem



Querida, olá!
Cheguei ao seu blog após revirar páginas e páginas sobre temperamento feminino, na esperança de encontrar algo que de fato vá me ajudar na hora de demonstrar carinho por uma mulher.
Já fui casado com uma mulher da minha idade por 4 anos. Dos 18 aos 22. Hoje, estou há 2 meses com uma mulher 14 anos mais experiente do que eu. Neste período, já amadureci bastante e refinei meus gostos em culinária e vestuário. Tenho aproveitado MUITO esse momento pois sempre fui fascinado por mulheres mais maduras.
Então, o que além de "uma aventura" minha amante atual vê em mim? Me preocupo, pois não me considero metade do homem que ela poderia ter. No meio profissional dela, ela conhece centenas de homens interessantes, bonitos e bem de vida. Sou jovem e em início de carreira, não possuo bens materiais mas muita dedicação para conquistá-los.
Já ela possui uma vida toda estruturada, é independente, não tem filhos, é LINDA! As vezes penso nela como uma "predadora", e isso me entristece! Entristece, mas não me abate nenhum pouco, pois estou aproveitando ao máximo! Procuro ser bastante dedicado e atencioso, não sou grude, carinho e tesão pra ela não falta! Gosto mais de DAR carinho do que de receber. E já percebi que ela AMA meus carinhos e minha atenção para ela na cama e fora da cama.
Porém... Ela superdimensiona alguns "defeitos" no meu comportamento que a levam para o dilema "Ele só tem 23..." Enquanto EU, quando percebo uma PARTICULARIDADE dela, procuro APRECIAR, pois sei que se trata de uma característica ÚNICA, e não um "defeito" no sentido literal da palavra. Quero muito AMÁ-LA e fazê-la FELIZ, porém algumas vezes esse comportamento dela nos afasta.
Logo no início, quando conversamos da "loucura de estarmos juntos", ela falou que depois que se divorciou há 10 anos atrás, nunca teve longos relacionamentos. Da minha parte respondi que, no final, eu teria a CERTEZA de ter dado o MELHOR DE MIM! E sairia muito feliz por tê-la conhecido um dia. Sem esforço algum, entendo ela e seus sentimentos, pois sou cabeça aberta e tranquilo para as opiniões dos outros. Já ela, quando tento argumentar alguma atitude minha, parece não aceitar e nem querer entender o que eu digo.
Neste domingo dormimos juntos e transamos. Mas quando acordamos ela disse, "Como é ruim se sentir assim. Distantes." Eu tinha sentido o mesmo durante o final do domingo, e percebi que naquela hora o sentimento era comum aos dois. Deixei a segunda passar e fui fazer uma rápida visita a ela pela noite. A distância ainda imperava! Enviei flores ao trabalho dela na terça. Ela AMOU! No cartão escrevi: "Sinto que ainda estamos distantes. Você quer superar essa junto comigo? Beijos..."
Ela não consegue se desvencilhar dos problemas dela no trabalho, e também fica matutando sobre estar com um cara de 23 anos. Eu já senti que ela QUER que dê certo. Mas sei que muitos outros obstáculos surgirão... A questão é: quando saberei que devo tirar meu time de campo? Não quero preocupá-la em "me dispensar" para não parecer que "ela mais uma vez não conseguiu dar continuidade a um relacionamento"... pois já vi que isso a faz um pouco frustrada... Mas também não quero deixá-la não mão nos momentos que ela mais precisar da minha proteção! O QUE É QUE EU FAÇO?????

Resposta da Mulher de 40
Enquanto lia seu email, um filme se passava na minha cabeça.
Meu marido é 12 anos mais novo que eu. Quando o conheci, para mim não significava muito, até porque eu já havia me relacionado com vários homens mais novos - e mais velhos também - e nunca deu em nada mais sério. Porém, pouco tempo depois de começarmos a namorar, descobri que estava grávida! Foi um susto enorme em nossas vidas; na dele, porque era muito novo e estava na fase de estudante ainda, e na minha porque já estava com mais de 30, tinha meu próprio negócio e não imaginava que algum dia teria uma família, já que vinha da vários relacionamentos desfeitos e até um divórcio. Achava que ter marido e filhos não era para mim, que eu "não dava para a coisa"!
Briguei muito com ele durante a gravidez, rejeitava-o às vezes por ser mais novo que eu, e me sentia às vezes ridícula ao seu lado. Uma vez critiquei-o por usar boné, porque achava que, com isso, ele ficava com mais cara de piá menino perto de mim! Chorava muito, também sentia muito sua falta, pois morávamos em cidades diferentes, era uma confusão de emoções, rejeitava-o e ao mesmo tempo queria ele ao meu lado.
Quando ganhei minha filha, passamos a morar juntos. Mas, com o tempo, volta e meia eu tinha crises de ciúmes, vasculhava Orkut, essas coisas. Ficava insegura pelo fato de ser mais velha do que ele, e isso que fisicamente não parece que temos diferença de idade, já que todos dizem que não aparento ter a idade que tenho.
Se der uma lida mais aprofundada no blog, verá que há pouco mais de um ano reencontrei um antigo caso do passado, que tem a minha idade. O fato é que adorei encontrar um homem da minha idade, com ruguinhas, e experiências para contar, e nessa hora de novo pesou a diferença de idade entre meu marido e eu. Ele está numa fase da vida em que normalmente estamos no auge, e eu estou em uma fase em que já gostaria de ter mais estabilidade.
É normal para a mulher querer ter um relacionamento mais estável, ou depois de uma certa idade querer um homem mais maduro. E quando estamos com um homem mais jovem, ficamos muitas vezes na dúvida quanto a isso valer ou não a pena. Pensamos se não estamos perdendo tempo com esse relacionamento, que pode não dar em nada, porque "ah, ele vai acabar encontrando uma menininha e me largar", "ele vai querer galinhar ter outras", é, isso tudo passa pela cabeça da gente também. Muitas vezes enxerguei meu marido separado de mim e com uma menina da sua idade, e até com outros filhos, coisa que eu já não posso mais lhe dar. E, nesses horas, a gente realmente sente como um grande problema a diferença de idade.
O que posso lhe dizer? Acho que você deve encarar esse e qualquer outro relacionamento como algo bom e que deve ser bom enquanto durar, simples assim. Não faça planos para o futuro, curta o momento, e se achar que deve construir algo mais com ela, faça isso aos poucos e de modo bem consciente. Cuide de si, de sua carreira, se valorize, persiga seus ideais.
Talvez deva ainda acrescentar que carregamos no insconsciente aquela coisa de que o homem deve ser mais velho do que a mulher, o que é o tradicional. Talvez para a sua namorada às vezes bata aquela sensação de que ela deveria estar com alguém mais velho e não com um piá garotão, como eu te disse que me sentia. Mas, acima de tudo, devo te confessar que, desde o início, meu marido se mostrou - em alguns aspectos - até mais maduro emocionalmente do que eu.
A idade biológica nem sempre é a mesma da idade emocional. Se você a ama, mostre sempre isso a ela, valorize-a e não finja que não é mais jovem - encare esse fato com leveza, brinque com isso, mostre o lado bom da situação, converse com ela a respeito francamente. Sinceridade é sempre o melhor. E, no fundo, o que todas as mulheres gostam mesmo é de se sentirem AMADAS e seduzidas, e isso pelo jeito você tem de sobra para dar a ela.

50 comentários:

Leonardo disse...

Eita, lá vai um daqueles enoooormes comentários que faço enquanto estou dopado de Ritalina e vejo estes assuntos correndo por ai.

Nem vou me ater a dizer o que as pessoas hoje costumam pensar de relacionamentos com mulheres mais velhas porque eu imagino que os leitores que se dão o trabalho de ler este blog com certeza tem este conceito sólido (Os outros costumam só achar que é mais uma oferecida na internet). Passing throught.

Já devo ter dito que saí de casa com 17 pra trabalhar e dei com meus burrinhos n'agua (Não achem que isso dá certo com todos. O mundo é mais cruel que imaginamos) - anyway eu nunca voltei pra casa da minha mãe, mesmo morando muito tempo em casa de parente. Quando foi em agosto de 2005, eu conheci a pessoa que mais amo na vida. Muitos adoram me dizer que é coisa de adolescência, mas já me conhecia o suficiente para saber que não era. Deu 2 meses eu fui morar na casa dela. O tempo passou, o TDAH atacou minha vida ferozmente e o resultado foi uma relação extremamente desgastada, o que levou a ela me colocar pra fora de casa. Era uma "mãe"? Não. Eu só estava mais doente do que gostaria (Diabetes e TDAH) e nem vi minha vida passar. Foi um impacto difícil de superar - fiquei meses em depressão, enchia a cara quase todo dia e a quantidade de remédios psiquiátricos era como mato na Amazônia.

Ela tem 43 e eu 22 e foi quem acabou me preenchendo. A gente se relaciona com as pessoas, e não com seus pertences, suas idades ou outras coisas que não podemos controlar. Claro que os problemas dela - tal como a fase da vida em que está - são bem diferentes, e manter isso em harmonia é uma arte difícil de aprender, e muitos os que acabam se apaixonando como eu acabam desistindo e alimentando o preconceito porque não querem aprender a lidar com isso (Ainda por cima costumam achar que "Come outra que você esquece"). A coisa anda muito diferente disso quando você se apaixona e vê sua vida ali (Minha enteada me chamava de pai - para vocês terem idéia) e é bem complicado lidar com estes problemas.

Hoje eu vejo que a maestria de lidar com estes relacionamentos (E com qualquer outro, imagino) é desenvolver a capacidade de ser adaptativo e aberto sem se perder e sem invadir a vida do outro. Passei a entender porque ela se protegia tanto quando percebi que tinha perdido tudo que queria e tinha e que era responsabilidade minha (A.k.a. cuide de você). Presença também é algo fundamental (Porque vocês acham que a coca-cola não quebra?).

E o último conselho que eu mesmo estou tentando me ensinar: Entender que as coisas acontecem segundo após segundo e que não tem como passar por cima é fundamental. As pessoas costumam desesperar com angustias sendo que o tempo não vai mudar sua velocidade, e as coisas não vão melhorar por causa disso. Não existe determinismo, não existe essa de nunca vou amar meu ex ou de nunca vou estar a altura dela e coisas do tipo. Uma coisa que nada no mundo pode pagar é o tempo. Se alguém admira uma mulher experiente, deve usar o tempo para ficar experiente também e para deixar as coisas que só o tempo pode fazer acontecerem.

(P.s: Esse é o tipo de coisa que rende post. Dia desses eu escrevo algo sobre isso com mais calma. Acho que fui muito prolixo :P)

Denise do Egito disse...

Essa história do rapaz me lembrou o filme "Terapia do amor" em que ela tinha 37 anos e queria ter filhos logo e ele 23, um garoto ainda sem experiência de vida. Acabaram chegando à conclusão de que era melhor cada um buscar o seu caminho.
Um beijo

Leonardo disse...

Denise, esse filme me parece mostrar uma faceta da realidade: O comodismo.

O povo que toma chifre dos políticos que elegeram, que permitem que seus chefes pisem sobre eles, que acham que nada na vida tem jeito e que o país vai continuar a mesma m* e que todos os homens/mulheres são iguais.

Não são (Pelo menos, eu e a mulher de 40, não).

Marcio-SJP disse...

Relacionamento não tem bula nem receita e é tão imprevissivel quanto Terremoto.

Mas uma boa dica é ir somando e imaginado como sera daqui a 10 anos...20 anos...30 anos!

Quando se tem 20 anos, 15 anos de diferença não é nada...vejo problema quando o homem (como eu) chega na famosa idade do lobo com 40 e sua esposa já estara com 55.

Ai a porca torce o rabo!

inté,
Marcio 4.0

Leonardo Amaral disse...

@Marcio-SJP Claro claro! Eu já pensei nisso várias vezes. Qualquer pessoa que tenha o minimo de vivência irá ponderar isso. Viver sem fazer o que queremos e a mesma coisa que não viver (Mesmo que depois mude).

Mulher de 40 disse...

Olha só o que o Leonardo escreveu aqui... adorei!
http://blog.leleobhz.org/2010/02/aproveitando-a-boa-fase/
Beijos, querido!

Anônimo disse...

Digo, como espectadora de 2 relacionamentos como o seu, em que a diferença de idade era 7 e 10 anos, que não dá certo a longo prazo. E não é devido às preocupações, já tratadas, por parte da mulher, mas devido ao homem que não tem o ritmo sexual correspondido.

Por mais sincero que o sentimento dela por você seja ela pode, digo PODE, aproveitar a oportunidade para engravidar, pois já tem 30, não está casada e já pode temer não ter filhos. Repito: PODE (nos dois casos do uso da palavra), pois nem todas as mulheres desejam isso. De qualquer forma, proteja-se, independentemente do que você resolver.

É exatamente isso o que eu diria à um irmão.

Karen Christine disse...

Descobri este blog hj, por acaso. Acalentando o 2o. dia de fossa pelo fim de um relacionamento - e vejam a coincidência, com um homem 13 anos mais jovem! - fui parar num site com as fotos da Fernanda Young na Playboy.
Havia um comentário delicioso da "mulher de 40" e não resisti em dar uma espiada.
Por motivos óbvios este post me chamou a atenção. Legal lermos as opiniões de pessoas diferentes e, principalmente de homens mais novos.
Tenho 40 anos, daqui há pouco 41 e, como a autora do blog já disse, tbém não pareço ter esta idade. Isso p/ mim pouco importa, mas o fato é que sempre me relacionei c/ homens mais novos e o penúltimo, com o qual fiquei 7 anos, tbém não dava a mínima p/ este fato (ele era 8 anos mais novo).
Tenho uma cabeça muito jovem ou leve, sei lá e sempre fui mto feliz com os homens que passaram em minha vida.
Acho que o Leonardo diz coisas mto importantes (tbém fui em seu blog)e penso que um dos problemas é o das pessoas não se permitirem ou não assumirem a quebra de certos paradigmas.
Assim como uma mulher mais nova c/ um homem mais velho, convive com a diferença, em vários níveis, pq um homem mais novo não é capaz de assumir a mesma situação?
Não dá p/ discutir mto a idéia de filhos associada a esta questão, visto que hj o paradigma da família nuclear tbém está sendo rompido.
Por fim, o que nos impede de sermos felizes? Nós somos "almas" que se encontram, por isso a idade só é um problema na medida em que queremos atender a convenções sociais. Alguém que atravessa nosso caminho nunca é por acaso, mesmo que isto envolva sofrimento.
E quem se importa com estas convenções não deve estar do nosso lado. Uma boa e tranquila seleção natural.
Ser feliz e sofrer são as duas faces da nossa existência. E existir é estar neste mundo e não em outro.

Gostei de encontrar este blog, espero, como fez o Leonardo, elaborar um texto melhor, este foi rápido e emocionado. Parabéns a autora!

Leonardo disse...

Cara Karen;

Quando você diz que seu ex não dava a mínima para a diferença de idade (Entendi certo?), assumo como explicado o porquê da relação ter dado errado: Eu sempre soube porque amo mulheres mais velhas (E porque não gosto das gurias novinhas em geral), e isso é fundamental. Na verdade na verdade eu sei que qual tipo de gente (Não só mulher) eu gosto, e por isso eu costumo apontar mais para mulheres mais velhas (Mas já mordi minha lingua em muitas amizades).

"Assim como uma mulher mais nova c/ um homem mais velho, convive com a diferença, em vários níveis, pq um homem mais novo não é capaz de assumir a mesma situação?" Simplesmente porque a maioria é limitada demais. Costumo ficar muito irritado quando me dizem que só tenho 22 anos - como se idade fosse necessáriamente sinonimo de maturidade e conhecimento - Já passei sim minhas poucas e boas, e pode ter muita coisa que saiba menos que vocês duas por exemplo, tal como tem coisas que posso saber muito mais. O certo e ver o que cada um tem de bagagem, e não seu tamanho. Adentrando um pouco, lembre-mos que na sociedade Tupiniquim, ainda existe a idéia (Mesmo q oculta) de que a mulher tem que segurar tudo. E sempre que estamos expostos a alguma coisa, aprendemos rápido a lidar com ela.

"Por fim, o que nos impede de sermos felizes? Nós somos "almas" que se encontram, por isso a idade só é um problema na medida em que queremos atender a convenções sociais. Alguém que atravessa nosso caminho nunca é por acaso, mesmo que isto envolva sofrimento." Matou a pau! Ja consigo quase botar um ponto final nessa questão. :D

Claudia disse...

FAlou tudo a amiga, Karen... eu também me emocionei com a reflexão postada! Vou tentar seguir o conselho:"E quem se importa com estas convenções não deve estar do nosso lado. Uma boa e tranquila seleção natural"
Bjs de uma futura quarentona!
rs

Econ. Claudia Carneiro disse...

Olá, legal cehgar a este blog, pessoas distintas com pensamentos distintos, pois estou passando exatamente por esta situação... Me encontro hoje casada com um homen 6 anos mais jovem que eu... e apesar de ainda me considerar uma mulher bonita sei que a idade vai pesar pois já estou com 39 e a concorrencia com meninas mais jovens aumentará... pois homens chamam a atenção em qualquer idade e as mulheres de hoje não perdoam mesmo...atacam sem querer saber se magoará ou não alguém do outro lado da realção.
Mas enfim... hoje o que me importa é que estou vivendo umamor de conto de fadas... ele me faz sentir muito mais leve e a troca de conhecimentos é recíproca... ele amadureceu comigo em 1,5 ano de relação e eu aprendi a não levar tudo tão a sério.
Espero realmente viver uma vida inteira ao lado dele, mas se amanhã ou depois não der certo, sou maior de idade, independente e com certeza vou sobreviver o que me remete a aproveitar cada dia como se fosse único.
Parabéns pelo seu blog.

Leonardo Amaral disse...

Interessante... Passam alguns meses e minha vida amorosa explode de novo.

Continuo achando que o maior problema desse tipo de relacionamento é quando o mais novo NÃO QUER MUDAR, e o mais velho NÃO RECONHECE O DIREITO DO OUTRO EM SER MAIS NOVO. Isso se soma ao que acho ser o maior problema de qualquer relacionamento: As pessoas acharem que tem que viver pelo outro ao invés de viverem DO LADO da outra.

Meu relacionamento ruiu do jeito mais inexplicável do mundo: Um súbito não quero mais ficar com você, sendo que dias antes (Nem eram semanas) a gente estava contando os dias para se ver. E claro que minha pouca experiência de vida não deixou-me detectar até agora com precisão o que houve. O complicador: Eu amo a mulher.

E mulheres, isso é o que vocês podem fazer de mais sacana com um homem: Não permitir que eles mudem. Não falar nada quando o relacionamento não tá legal ou não discutir o que incomoda, e principalmente, não estar ao lado do companheiro - ainda mais quando ele é mais novo. Falo por mim, minha amada poderia me transformar no que ela quisesse - socialmente e amorosamente falando. Não porque eu seja inexperiente, mas porque eu permito isso. E em geral os homens novos que são fascinados por mulheres mais velhas permitem, porque é essa sagacidade, essa sexualidade aflorada, a incrível capacidade de nos deixar de 4 praticamente como e quando quiserem. E quando alguém se apaixona por isso, dificilmente a mulher sai da cabeça do cara.

Eu vivo dizendo para meus amigos por aqui: Sexo por sexo, existem piriguetes, prostitutas, festinhas de pijama (Muito frequentadas pelas piriguetes), e mais uma pancada de outras - que podem vir fruto de uma Engenharia Social bem feita por exemplo. O resto é outro caso.

E atenham-se as coisas boas que seus parceiros tem. Ninguém é 100% perfeito e PRINCIPALMENTE nem 0% perfeito.

Claudia disse...

Oi Leonardo... não dá para vislumbrar uma situação da qual não conhecemos a fundo, mas posso te dizer que talvez o fato de voce ter ouvido um simples " Eu não te quero mais" seja por voce ter complicado em algum ponto do relacionamento. MUlheres maduras são mais práticas e também realistas, podem estar apaixonadas como adolescentges, mas se ela não viu futuro na relação, não sentiu segurança dos sentimentos envolvidos, ainda que o sexo fosse algo muito bom entre voces, com certeza ela verá o relacionamento como uma perda de tempo.
Então, creio que para dar certo, ambos tem de querer mudar... claro que ambos devem manter suas intimidades, mas o casal em si, seus objetivos e ideais devem falar mais alto.
Espero ter ajudado ... Bye.

Anônimo disse...

Tenho 42 anos, divorciada há 6, me envolvi com um homem 16 anos mais novo. Maduro, carinhoso, sensível, atento a detalhes da relação, nossa sintonia é perfeita em todos os sentidos.
Eu diria que esperei por esse homem toda a minha vida. Confesso que as vezes me pego pensando em como será daqui a 10, 20 anos. Sou uma mulher bonita e nao aparento a idade que tenho mas o tempo é impiedoso, e detestaria, daqui ha alguns anos, ouvir alguém perguntar se ele é meu filho.
Exagero?
Talvez.
De qualquer forma optei por viver um dia de cada vez, nao vou pensar no amanhã. Vou viver esse momento delicioso sem culpa.
No amanhã eu penso amanhã.

wal disse...

oi obrigada pelos depoimentos,nunca tive interesse por homens mais novos,até pk sempre fui preconceituosa,mas o destino colocou em minha vida um garoto mais novo q eu 14 anos,nossa como é maravilhoso ser desejada e amada por um garoto,tenho medo e nao consigo vencer o meu preconceito,adoro estar c ele,sou feliz e decidi me dar uma chance e viver o hoje pq o amanhá a deus pertence.espero vencer tudo isso e viver essa linda historia c esse homem maravilhoso.um abraço

Kaw Princess disse...

eu e meu "Namorido" somos assim tbm só que no caso eu tenho os 23 anos e a coisa que mais me incomoda e o fato dele chegar em mim e dizer vc é muito nova ainda não sabe de nada da vida! ai começamos a Discussão pq sai de casa aos 17 comecei trabalhar com 14 morava sozinha me sustentava e não precisava de nada nem de ninguém pra me ajudar... e ele só saiu da casa dos pais a 1 ano qndo veio morar comigo...
Acho que idade biológica não influencia tanto, a não ser qndo o casal se deixa influenciar o nagocio é curtir o momento e não deixar sua vida para pq no caso ainda somos novos e mta coisa vem por ai...

Att,
Kaw Princess
@podolatras

Aclim disse...

Não entendo...conheço tantas mulheres mais velhas e pobres, sozinhas!...Porque um garoto de 23 não se apaixona por elas? Acreditem nem de 33 e muito menos de 43. Deve ser porque não as vêem..estão olhando para outro lado.

Morgana Philipp disse...

Tenho 40 anos e namoro um homem de 24. Claro que as vezes me sinto insegura, com ciúmes das meninas mais novas, mas sei que ele me ama e ele me passa essa tranquilidade. Acho que é possivel sim um relacionamento desse tipo sem que ele vire uma coisa maternal.

Anônimo disse...

Olá pessoal.
Tenho 45 anos e namorava um rapaz de 23, uma relação maravilhosa em momento algum a diferença pelo menos pra nós estava sendo um problema, mas do nada eu senti que ele estava diferente. Resolvi terminar ele não quis. Uma semana depois ele terminou nosso relacionamento, dizendo que estava balançado pela ex que tinha namorado 7 anos atrás, não entendi muito bem, mais fazer o que. Sinto que é insegurança diante das opiniões de amigos. Enfim agora estamos sofrendo com isso e não sabemos o que fazer. Continuamos amigos.

Nathal Sant disse...

Oi a todos. Cheguei hj no blog e gostei muito; Claro que caí nesse post por um motivo... eu tenho 41 anos e caí de amor por um rapaz de 36. No começo eu não queria, me separei faz pouco tempo e ele apareceu como por encanto, de repente enquanto eu falava com uma amiga em um site online de relacionamentos. Eu moro aqui no Brasil e ele nos EUA. Ficamos toda a madrugada no msn, trocamos emails e etc. Sempre é muito bom estar com ele e fizemos um acordo de nos conhecer pessoalmente... agora pergunto, o que acham? Isso pode dar certo? conheço algumas pessoas que estão felizes e estiveram na mesma situação que eu ...ajudinha por favor, isso é novo pra mim, toda a situação...bjs.

Mulher de 40 disse...

Nathal,
Também conheço pessoas que se conheceram assim, algumas estão se encaminhando, outras se deram mal por descobrirem falta de afinidade no contato real.
Seja bem vinda!
Beijo!

Anônimo disse...

Estou separada faz 1 ano e nesse período não me ralacionei com ninguém. Meu é 2 anos mais velho que eu. Acontece que agora conheci uma pessoa 10 anos mais nova, conversamos, saimos uma vez, mas não rolou sexo..continuamos conversando e aconteceu! Puxa..foi maravilhoso...nessa hora não existe preconceito. Não tenho muitas expectativas se vai ou não dar certo por causa da idade. O que vou fazer é aproveitar a companhia dele enquanto durar..sem encucar! Bjs a tds

Anônimo disse...

Eu tenho 50 e ele 34 estamos juntos a 3 anos puro amor..idade não tem nada a ver...bjoss

Anônimo disse...

Boa noite!
Fiquei mto feliz e surpresa com os comentarios, sou 7 anos mais velha que o meu amor, nos conhecemos do nada em uma fase complicada da minha vida, pq eu estava com prbs de saude e PRECISAVA engravidar ou nao teria mais esta chance por conta de um cancer. Ele topou e hj tenho uma filhota linda, ainda nao nos casamos, e estamos pretendendo fazer isso agora...so neste momento eu me lembrei da nossa diferenca de idade e pesquisando encontrei o Blog.
Namorei por mtos anos, mas nao deu certo este ex se casou ironicamente com uma mulher 7 anos mais velha e nao deu certo. Tb fui casada com um homem mto mais velho que me trocou por uma mais velha kkkkkkkkk
Nunca me interessei pelos mais jovens e hoje estou pensando se vale a pena encarar esta nova realidade justamente pq temos uma filha e eu nao quero que ela sofra, se em breve ele resolver me trocar por duas de 15anos, ja que ele so tem 22anos!!!!!kkkkkkk

Anônimo disse...

A sociedade é preconceituosa e não devemos levar suas idéias retrogradas em consideração. É pecado se relacionar com alguém mais novo? A Biblia, pelo menos não menciona isso, pelo contrario Jesus caminha na contramão do mundo. Ele veio, também, para abolir regrinhas sem sentido e nos dar a liberdade. Liberdade, com responsabilidade. Sobre relacionamento, a Palavra fala sobre infidelidade, poligamia, homossexualismo e para termos um relacionamento puro, santo. Assim não damos legalidade para o mal colocar suas patas no nosso relacionamento e leva-lo para o brejo. Agora sobre questão de idade, não há nada! Portanto, amiga, viva seu relacionamento com seu rapaz de boa e mande essa sociedade vazia às favas. Aconselho, contudo, buscar viver um relacionamento puro, ore por esse amor e não deixe as pessoas roubarem sua felicidade. Se ele te ama, te aceita e deseja algo serio, porque não? O amor é muito lindo e a vida muito curta. Não se prive de ser feliz e amada por uma pessoa mais jovem. Tem muito homem mais jovem, muito mais decente e maduro que homens mais velhos. Idade não ter a ver. O que tem a ver é caráter, maturidade e amor. Se existem todos esses ingredientes na sua relação, jogue suas mãos para o céu e agradeça a Deus. Simples assim. Vamos mudar essa mentalidade tupiniquim e fazer como os europeus que não levam isso em conta. Não se acanhe de ser feliz porque ninguém vai chorar sua dor qdo estiver dentro dos padrões sociais, porém solitária. Os homossexuais se impõem e porque nós ficamos receosos com os olhares críticos das pessoas? Seja feliz e ponto final pq vc é responsável pela sua felicidade e não os outros.

Andréia Alves disse...

Meu noem é Andréia, tenho 37 anos e estou saindo com um cara de 25 anos, ele gosta de ficar comigo e eu tbm com ele, estou gostando dele, mas acho que ele estar só curtindo o momento, as vezes ele me dis coisas que fazem pareçer que ele tem outros tipos de planos para a vida dele, ou seja, não ker se relacionar com alguém agora seriamente, ai fico achando que é porque sou mais velha que ele, gostaria de saber se alguém tem uma dica para que eu possa conquistar o amor desse rapaz....Onten mesmo ele me disse algumas cosias que não gostei e demonstrei logo, ai ele ficou triste e me pediu desculpas e me pediu para eu não ficar chateada com ele, vi na cara dele, ou seja, me pareçeu que ele ficou com medo de eu não querer mais saber dele,,,acho que ele tbm gosta de mim, mas acho que ele não quer nada serio comigo por eu ser mais velha,tipo: A mãe não aceitar, as pessoas criticarem, a sociedade, é complicado,,,o que faço? Alguém pode me ajudar, meu email é: deiaalves70@yahoo.com.br

Aguardo respostas de ajuda ok? Brigadão e bjkasss

sragallego disse...

Oi, amei o blog, então eu estou no mesmo barco, tenho 40 anos e a quase 4 conheci um homem de vinte na época, ficamos algumas vezes, ele tinha medo da mãe e da sociedade, hj com quase 25 anos resolver, me assumir, neste periodo não, acreditava em nada q ele dizia,pq pensei que ele, só queria curtir e era oq ele,dizia,namorou uma garota por mais de 1 ano e eu até cheguei a me casar, estou me divorciando,pela segunda vez, e ele ñ desistiu, terminou o namoro e disse que hoje ñ importa oque o mundo vai pensar a respeito dele, que ele não se importa mais com nada,e que oque importa é oque ele quer, e diz que oque ele, quer sou eu,eu ainda to meia cabreira,pq a insegurança é mta,não sou uma mulher feia e tbm ,não aparento a idade que tenho, e vi um comentario ai, sobre mulheres pobres e que garotões não olham pra elas, eu não sou rica, tenho problemas de saúde e mesmo assim,ele diz que quer cuidar de mim, me fazer feliz,eu acredito que pode darcerto,enquanto a vc Andéia,se ele te amar de vdd, td vai se encaixar...abraço e parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Olaaaa.... Adorei esse blog!!!! Hj tenho 37, estou separada do meu marido 3 anos mais novo. No qual fui casada há 11 anos. Mas, como sem querer conheci alguém 12 anos mais jovem, que me fez me apaixonar... Sinto que ele gosta de mim , percebo que ele não fica constrangido pela nossa diferença ... Mas, eu ainda mesmo assim me sinto insegura. Apesar das pessoas, pensarem que não tenho a idade que tenho. Ele já possui 2 filhos com uma namorada.... E mesmo assim persisto nesse relacionamento . Mas, ela mora no Brasil e nos estamos nos EUA....ele diz que não a ama, que esta por causa dos filhos. Mas, ele pretende terminar quando retornar! Claro, que isso pode ser verdade ou não.... Sofro com essa situação , já que tudo isso eh inusitado para mim.... Já tentei terminar, mas eh como se o universo não permitisse isso... Porque, nossos trabalhos , moradias, gostos, ou seja etc... Nos levasse a ficar juntos. O interessante eh que sinto que gostaria que ele fosse pai de um filho meu, já que não possuo nenhum. E do meu ex marido, nunca tive esse desejo... Existe coisas inexplicáveis na vida, e acho q isso que esta acontecendo com nós não eh por acaso... Mas , me sinto feliz ao lado dele... E espero de verdade, que possa durar, esse sentimento e que essa relação possa se tornar mais estável! E se não, que ambos possamos carregar dentro de nós o melhor de cada um!!! :D

Anônimo disse...

Oi, meu nome é Graça eu tenho 32 anos e meu namorado 21. Temos um ótimo relacionamento e apesar de saber que ele me ama, ainda sim sou um pouco insegura. Agradeço os outros comentários pois me ajudaram muito a quebrar essa barreira referente à idade. As vezes escuto algum comentário de amigos o que me deixa um pouco triste. Mas estou aprendendo a não ouvir e deixar para lá. Meu maior medo é que no mundo de hoje as mulheres estão muito fáceis. E elas caem em cim. Porém vou arriscar nesse amor, pois o amo e quero viver minha vida toda com ele. Sou muito romântica? Abraços!

Anônimo disse...

Meu amigo é mais novo que sua esposa,14 anos e não está tendo um relacionamento bom por causa do filho dela:qual atitude toma em relação o casal?

tres loucadas disse...

Adorei a história. Isso prova que quando há amor e vontade de fazer dar certo a idade não importa. Meu marido é 19 anos mais velho que eu e por um período foi difícil pra ele aceitar que poderia dar certo. Mas agora não há dúvidas.
Um beijo e boa sorte para o nosso amigo.
www.tresloucadas.com

Anônimo disse...

Interessante e já é normal para mim, poucos comentários de mulheres mais novas com homens mais velhos, porem nada de críticas sobre isso, mas de mulheres mais velhas com mais novos sempre tem a questão da crítica, a sociedade é machista, nos mulheres que não aceitamos relacionamentos diferentes do convencional mostramo-nos machistas. Incrível isso, questões do tipo, vou ficar mais velha e ele vai me trocar por mais nova, quem disse que se o homem for mais velho ela mais nova não poderá trocar por um homem mais novo? ainda a possibilidade pode ser igual ou maior, pq muitos homens perdem a virilidade bem cedo, já com as mulheres não ha chances! A pessoas tbém costumam associar ao dinheiro! sou pobre! e me relaciono com uma pessoa 16 anos mais novo, a 4 anos e temos uma filha e estamos indo para o segundo filho! Pode não dar certo? pode, como qquer outra relação indiferente de idade, até pq o meus relacionamentos anteriores sempre foram de homens mais velhos. Assim sendo já estive nas duas situações, a questão é simples, qquer relação pode dar certo desde que ambos estejam dispostos a enfrentar "as pedras do caminho juntos!" isso é disposição, apenas isso, problemas nos relacionamentos temos em todos os tipos, apenas temos que entender que o outro se encanta pelo outro por um todo, e não apenas por uma parte dela.

E não sejamos hipócritas, todos nos um dia ficaremos velhos...todosss!

Para sabermos só vivendo mesmo e isso é inerente a idade, cor, etnia, classe social ou mesmo sexo. AMOR É AMOR A QQUER TEMPO!

Bço a todos e boa sorte! :)

Anônimo disse...

Estava sem fazer nada, até que resolvi procurar algo que realmente me interessasse, e realmente encontrei. Amei o Blog também já passei dos 40 e tudo isso me interessa. Parabéns!Bjs.

Anônimo disse...

Olá...tenhu 41 anos fui casada 15 anos,tenhu dois filhos...estou a cinco anos seperada,de um ano pra cá me apaixonei por um garoto de 18 anos...estou amandoo demais contei pra ele faz uma semana,ele disse q me ama tbm mas achu q ele ta com medo...vergonha sei lá...q façoo??me ajudee!

Anônimo disse...

Bom dia. Tenho 50 anos e há 2 anos namoro um rapaz de 31. No início foi bem difícil, pois sou viúva e tenho um filho que é apenas 2 anos mais novo que ele!!! Claro que alguns "grilos" insistem em cantar na minha cabeça, mas procuro focar no amor que verdadeiramente sentimos um pelo outro. Também procuro não misturar as coisas, tenho uma vida com minha família, e passo meus finais de semana com meu amor. Os dois se conhecem, mas procuro preservar as duas partes, para não gerar conflitos... Até quando vai esse relacionamento? Não sei, mas em nenhuma idade temos garantia alguma!!! Tento viver um dia de cada vez, mas com vontade de sempre mais. Enquanto valer a pena, vou curtindo essa paixão que parece não ter fim.É um sentimento diferente de td que já vivi.

Anônimo disse...

E para um homem 12 anos mais jovem que casou ( ja há 6 anos) teve um casal de filhos e até hj nao consegue ser feliz e acha que fez td por impulso!!!!!

Anônimo disse...

Olá, bom dia a todos! Minha história é a seguinte: Sou viúva, tenho 46 anos, mae de 4 filhos, nao aparento a idade que tenho e, modéstia a parte, tenho o corpo que muita mocinha nova gostaria de ter. Sempre fui muito crítica em relaçao às mulheres que se envolviam com homens mais jovens. E hoje, por ironia do destino, a vida me apresentou um marroquino, muçulmano, 20 anos mais jovem que eu. Fomos nos envolvendo aos poucos e hoje estamos apaixonados, nosso relacionamento já faz 5 meses. Estou feliz e realizada com esse homem que me encanta a cada dia que passa! Nao sei em que vai dar isso, nao estou preocupada com o dia de amanha, vou curtindo essa paixao que parece nao ter fim, porque sei que sou correspondida, apesar de todo o medo que ele sente em relaçao ao que sua gente possa falar a respeito, se descobrirem nosso envolvimento.

Anônimo disse...

Depois de ler esses depoimentos me acalmou um pouco. Quando entrei qui estava muito triste ,um conhecido e meu marido que e 12 anos mais falou para ele (he ..sua. Mãe veio aqui hoje) só que ele me contou ,porque perguntei ele estava falando do cara e disse isso . Fingi que não liguei mãos quando ale foi dormi perdi o sono e me afiguei em lágrimas. Acho que o melhor mesmo e sair fora a sociedade vai me esmaga e eu não estou disposta a ver isso mais tarde quando eu dizer 50 . E tudo muito a
Difícil ...meu imail e karenzelandiaa@hotmail.com obs eu não aparento te a idade que tenho )


.

Anônimo disse...

boa noite, adorei o blog, tenho 45 anos e namoro a 9 anos o rapaz de 28 filho único, ela não me assumi, pois a família dela não sabe, nem seus amigos,a minha família toda sabe inclusive minhas filhas tenho 2 adultas do meu casamento que durou 7 anos, meu namorado , não gosta de sair , saimos juntos a passeio mais, quando viajamos,ele tem medo dos pais saberem (sei que ele é um fraco) mais amo ele, pois é muito atencioso, um homem maravilhoso pra mim. eu e ele nos damos muito bem, por isso eu suporto esa da familia dele não saber, ainda mais que é filho único, a mãe nãoa vai aceitar mesmo, e ele não é forte o suficiente para enfrentar essa luta, mas sinto falta de muitas coisa, ele não dorme na minha casa, por causa da mãe. enfim, to vvendo esse amor que cada dia aumenta mais, dos dois lados, e agora . vivo o hoje. o amanhã a Deus pertence. adorei ler as outras histórias, muitas parecida com a minha. beijos a todos




Anônimo disse...

Quando compretei 48 anos aceitei iniciar o relacionamento c um rapas 15 anos mais novo que a algum tempo vinha inssistindo muito que estava gostando de mim e que sempre só se interesa por mulher mais velha,olha sinseramente o sexo é gostoso mas não serve para conversar durante um almoço ou entre uma trepada e outra, uma coisa é estar na intimidade outra é aparecer em publico, a realidade é colocar os prós e os contras na balança e ver o que pesa mais se é o prazer ou as desconfianças as inseguranças as mogoas. E o tempo então, esse é implacavel, porque ao final de alguns anos ele parte para outro relacionamento e vc vai viver de magoa e lembranças, essa de acharmos que não aparentamos a idade que temos, é tentativa de acreditar que conosco será diferente... pois SIM. Dizer que deve aproveitar enquanto dura é facil para a parte que sai no lucro,ja para o perdedor ver que o tempo não volta deve doer muito, na verdade é uma situação totalmente previsivel, obs; como que uma mulher toda enrugada com o utero murcho devido a menopausa vai sacudir a poeira e dar a volta por cima, na verdade se ela arrumar um novo relacionamento, só se for com um reumático. Quem dera que eu fosse sem noção ou não tivesse razão, abraço respeitoso a todos. À o meu caso com o gato como era de se esperar, não está dando a em nada, pois para mim transar é impresindivel motel ambiente de serto nivel restaurante, comportamento, vestuario, perfume de qualidade, uma mulher de serta idade não vai andar de bijuteria. O jovem é visto como gigolo e a velha como ridicula, vc amiga consegue viver essa situação???????????

Anônimo disse...

Lindo! Viva mesmo o amanhã amanhã!

Anônimo disse...

Concordo de que a idade tem mto a v com a relacao sim! Meu namorado foi casado dos 23 anos ate 38 anos com uma mulher 10 anos mais velha. Conclusao, cada um seguiu seu caminho, ele era mto jovem,com sede ao novo e caiu de paraquedas nessa relacao achando q nao afetaria no futuro que por fim afetou mto...
nao curtiu a juventude e hj ele curte oq nao curtiu!! tenho 28 e ele 39 e somos mto felizes

Carla Mazeliah disse...

Então..eu tenho 34 anos e meu noivo tem 20.É claro q isso ainda choca a sociedade e os comentarios e piadas são inevitáveis.Poreém Deus constituiu Macho e fêmea,isso é o q nos declara a bíblia.
Apresente-me um motivo justo pra não viver um amor por causa da diferença de idade ??
Viva cada minuto como se fosse o último!!!

Anônimo disse...

TENHO 47 ANOS E ME APAIXONEI POR UM RAPAZ 15 ANOS, ELE ME AMA TAMBÉM,MAS ESTOU ME SNTINDO RIDÍCULA....O QUE FAÇO ?

Anonimus disse...

Amei o blog !!!. Sou divorciada, tenho 49 anos, mãe de 1 filha. Os garotos fazem sentir-me viva. Puxa o sexo com um garoto é maravilhoso!!!. Eu faço coisas que não fazia desde que era adolescente. Os novinhos tem muito fogo!!!. Eles fazem-me rejuvenescer. Mulheres maduras-vivam cada minuto como se fosse o último!!!. Lembre-se que o sexo é bom para a saúde. Aproveite a vida!!!
Uma dica: - É melhor trocar faldas, que não dar massagens.

Anônimo disse...

CARACAS E MUITO DOIDO ISSO,TENHO 33 ANOS E ESTOU NAMORANDO NA NET.ELE TEM 22 ANOS E UM PRÍNCIPE E MUITO LINDOOO.TEM UM CORPO QUE SO DE PENSAR FICO DOIDINHA,E MUITO GATO,MAS ESTA APAIXONADO POR MIM.EU ME SEPAREI E TENHO FILHO VIM DE UM CASAMENTO MUITO COMPLICADO QUE GRAÇAS A DEUS EU CAI FORA.ESTOU MUITO FELIZ DE FICAR SOLTEIRA MAS MEU NAMORADO VIRTUAL QUER ALGO SERIO E ESTA MUITO AFIM,EU TAMBÉM ESTOU MUITO AFIM DELE QUERO SIM NAMORAR,ELE DIZ QUE ME AMA ,EU FALEI SOU MAIS VELHA QUE VC E TENHO FILHO E TENHO CELULITE E ESTRIAS,ELE DISSE QUE AMA MINHA ESTRIAS E MINHA CELULITE E AMA MEU FILHO,AI ESTOU MAIS LIGADA NELE POIS E UM RAPAZ BOM DE CORAÇÃO ,MAS FICO CABREIRA POIS ELE TRABALHA NO MEIO ARTÍSTICO E PODE TER A MULHER QUE ELE QUISER,MAS ELE ESCOLHEU EU.MAS VOU DEIXAR ROLAR TUDO NA VIDA E MUITO PASSAGEIRO VOU APROVEITAR CADA SEGUNDO DE TEMPO AQUI NA TERRA C\MEU AMOR NÃO VOU ME IMPORTA O QUE A IMPRENSA VAI DISSER NAO ESTOU NEM AI,O QUE REALMENTE IMPORTA VAI SER A TROCA DE ENERGIA QUE EU E MEU AMOR VAMOS VIVER,SE ELE FICAR SISTEMÁTICO C\ ALGO OU C\ RELAÇÃO A FAMÍLIA OU OS AMIGUINHOS JOGANDO INDIRETINHA TO NEM AI ,QUERO MAIS E CURTI E SER FELIZZZZZZZZZZ C\ MEU GATÃO GOSTOSO E SARADO EU TO APAIXONADAAAA,MAS EU NÃO CURTIA HOMEM MAIS NOVOS,MAS ACONTECEU E EU ESTOU AMANDOOOOOO,BJSSSSS P\ VCS MENINAS E CURTI A VIDA POIS TUDO PASSA VIVA C\ VCS TEM TESAO E SEJAM FELIZES.

João Paulo disse...

Navegando na internet, me deparo com esse Blog. Parabéns à autora.
Hoje eu vivo uma situação parecida com muitos casos citados aqui. Estou apaixonado e amando uma mulher 17 anos mais velha que eu (tenho 34 anos). É sofrido, angustiante as vezes, mas eu a amo loucamente. Comecei a olhar ela com outros olhos há, pelo menos, 3 anos atrás. E em todo esse tempo, segurei meu sentimento, a vontade de me declarar, mas em Novembro último, não me contive e me declarei. Os medos são constantes, assim como a insegurança de ambos, mas nos amamos muito. Somos muito parecidos e isso nos completa. É incrível como "adivinhamos" o que o outro quer ou sente. É uma sensação maravilhosa. Ela tem 2 filhos e eu também tenho 2. E peço a Deus que neste ano, de 2014, sejamos 6. Percebo que a diferença de idade a incomoda muito, o que para mim é algo natural. Procuro mostrar para ela que a idade está na cabeça, que me importo sim com a idade, mas que isso não pode ser empecilho para a nossa felicidade. Digo a ela que segure minha mão e não solte. Vamos lutar contra tudo e todos, se preciso for, mas eu não renuncio ao meu amor.

Thomaz Aquino disse...

Disse tudo ..isso serve pra Homem tb..muita diferença de idade estoura no futuro..passei por isso ...com mesma idade já esta difícil durar .tem gente com 20 ate 30 anos de casamento separando hoje em dia

Thomaz Aquino disse...

Desculpe mas o problema e quanto vai durar ...vejo varias mulheres acabando sozinhas quando chega aos cinqüenta anos...uma parte parte separou e ficou com novinho .ai o cara sai fora e elas encalham .com vida fragmentada..se já esta difícil durar com mesma idade
Imagine com diferenças .mesmo pra homem e complicado mulher muito mais nova ..o problema e q sempre dura um tempo grande e o atraso de vida fica maior

Thomaz Aquino disse...

Sua preocupação procede ..passei por isso mas ao contrario .pior durou 11 anos.durante 5 .bom demais depois a roda começou ai foi complicando a diferença começou a ficar evidente...ate chegar ao fim....se me arrependimento...? Sim .atrasou minha vida .felizmente hoje depois de 2 anos encontrei um Amor sereno...de idade e gostos .valores .lembros dos anos 80, das músicas...e tudo mais...coisas bobas que aprendi valorizar ; pode ate não dar certo mas proporciona muito mais confiança e bem estar...16 anos e muito ; se fosse uns 5 ate que poderia ser....

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails